Governo adjudica HLO

O Governo adjudicou a obra do Hospital de Lisboa Oriental (HLO), que será construído em Marvila, em regime de parceria público-privada, anunciou em comunicado o Ministério da Saúde. O HLO substituirá as atuais instalações dispersas do CHULC.

O despacho conjunto assinado pela ministra da Saúde, Marta Temido, e pelo secretário de Estado do Tesouro, João Nuno Mendes, atribuiu o projeto à proposta apresentada pelo consórcio Hygeia – Edifícios Hospitalares, SGPS, SA, diz a nota enviada à Comunicação Social no passado dia 19.

A nova unidade hospitalar vai ser construída numa área total de 180 mil metros quadrados distribuída por três edifícios contíguos, na zona de Marvila, e contará com 875 camas, em quartos individuais, garantindo a atividade desempenhada atualmente pelo CHULC. Além de todas as especialidades clínicas disponíveis nas atuais seis unidades do centro hospitalar, o HLO vai incluir ainda as especialidades de Reumatologia, Medicina Nuclear e de Radioncologia e manter uma “ligação reforçada à Faculdade com forte componente de ensino e investigação”.

Partilhar: