Projetos Inovadores

O PIAH – Plano Integrado de Alta Hospitalar – tem dois objectivos principais:

  • Desenvolver e implementar um plano integrado e articulado de alta hospitalar, aos doentes internados no Serviço de Cardiologia inscritos nas Unidades do Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Central (ACeSLC).
  • Avaliar a satisfação e a qualidade do processo de planeamento de alta na perspetiva do utente e cuidador.

PIAH

O Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) tem um protocolo com as unidades funcionais que integram o Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Central (ACeSLC) com o objectivo realizar a colheita de produtos biológicos.

Desde Novembro de 2016, esta articulação foi alargada por forma a permitir a colheita de produtos biológicos também nas instalações comuns das UCSP Olivais, USF Jardins da Encarnação e USF Vasco da Gama.

O protocolo para acesso aos serviços de Patologia Clínica do CHLC já abrangia as seguintes unidades funcionais do ACES Lisboa Central: Alameda, Arco, Marvila, Oriente, Ribeira Nova, Sétima Colina e Sofia Abecassis.

As colheitas são realizadas por técnicos de diagnóstico e terapêutica do CHLC e posteriormente processadas no Laboratório de Patologia Clínica do Centro Hospitalar.

Partilha e Rentabilização de Recursos na Área Laboratorial

O Centro Hospitalar de Lisboa Central e o Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Central – USF Oriente – e ACES Loures/Odivelas – Centro de Saúde/USF Sacavém – iniciaram, em Setembro de 2017, um projecto piloto de realização de exames complementares de diagnóstico de Cardiologia nos Cuidados de Saúde Primários.

Este projecto tem por objectivo aproximação dos cuidados hospitalares aos centros de saúde e aos utentes.

Neste momento inicial, este projecto engloba três técnicas: Electrocardiografia convencional, Monitorização Electrocardiográfica Ambulatória e MAPA e, ainda, a criação de um Centro de Análise Remota que funciona na Cardiologia do CHLC.

Vídeo

Centro de Interpretação e Análise Remota – Cardiologia – Estatísticas

O Balcão Único de Atendimento (BUA) é um serviço que possibilita a partilha de informação relevante e que permite ajustar essas interacções às necessidades de cada utente, disponibilizando uma resposta única e maximizando a eficiência e eficácia do atendimento.

O BUA está vocacionado para um atendimento personalizado aos utentes em regime de ambulatório, procedendo à identificação dos pedidos ou necessidades, e fornecendo orientação e esclarecimentos vários.

O sistema regista os pedidos dos utentes e direcciona-os para os serviços que, por sua vez, procurarão dar as devidas respostas. Funciona nos dias úteis – das 9h às 18h. Os pedidos ou mensagens devem ser enviados por correio electrónico para: balcaounico@chlc.min-saude.pt

Para obter orientações rápidas o BUA pode ainda ser contactado através de um serviço de “chat” em horário condicionado – nos dias úteis, das 11h às 12h.

Os contactos também podem ser efectuados através do Portal do Utente do CHLC que constitui uma plataforma de partilha de informação e de comunicação entre o utente e o CHLC.

Para aceder ao Portal, é necessário efectuar o registo com o Cartão de Cidadão ou Número de Utente do SNS e escolher uma password.

Através deste Portal o cidadão pode:

  • Marcar consultas de seguimento.
  • Ver marcações de consultas, exames ou tratamentos.
  • Informar que não pode comparecer às consultas, exames ou tratamentos anteriormente marcados.
  • Apresentar justificação para faltas a consultas e exames.
  • Consultar as taxas moderadoras em dívida.
  • Requerer acesso a informação clínica ou pedir esclarecimentos ou dúvidas.

Este projecto foi distinguido, em Outubro de 2017, com o 2º prémio do Fórum “SNS+ Inovação, projectos inovadores em Hospitais do SNS”.

Portal do Cidadão do CHLC – video

O projecto ‘Nefrus’ – “Integração do Processo Clínico Eletrónico com dispositivos médicos” foi desenvolvido no âmbito da Qualidade e Segurança do doente, entre o CHLC, a Adminsaúde e o fornecedor de dispositivos médicos.

A ligação bidirecional entre os dispositivos de diálise e a aplicação NEFRUS (Software de Diálise), permite o envio automático da prescrição de tratamento, assim como a recolha automática de dados, de forma online.

Com este tipo de ligação é possível assegurar a correcta aplicação dos parâmetros de tratamento, assim como reduzir o erro.

Este sistema permite que os profissionais de saúde da unidade de diálise tenham disponibilidade e recursos para um acompanhamento mais próximo dos utentes, através de validações automáticas e seguras, reduzindo o erro e a eliminação do papel.

Este projecto pode ser facilmente implementado em outras unidades de diálise, permitindo a melhoria e optimização de fluxos de trabalho.

Em termos de inovação, a ligação bidirecional alcançada trata-se de uma inovação tecnológica, já que é a única ligação em Portugal que estabelece uma comunicação entre máquinas e Software, que não seja do mesmo produtor/fornecedor. O CHLC foi pioneiro neste Projecto, a nível nacional.

Este projecto ficou, em Outubro de 2017, em 19º lugar no Fórum “SNS+ Inovação, projectos inovadores em Hospitais do SNS”.

No âmbito de um protocolo assinado entre o Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) e a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), a especialidade de Angiologia e Cirurgia Vascular iniciou, em Novembro de 2016, teleconsultas em tempo real, com recurso à PDS Live.

As consultas de telemedicina de Cirurgia Vascular terão periodicidade semanal, prevendo-se o atendimento de cerca de cinco utentes por semana, o que se traduzirá na maior rapidez de resposta da especialidade aos pedidos provindos daquela Unidade.

As teleconsultas são realizadas, em tempo real, por um especialista de Angiologia e Cirurgia Vascular, no Hospital de Santa Marta, com a presença do doente junto de um especialista de Cirurgia Geral, no Hospital do Litoral Alentejano, permitindo a observação, diagnóstico e orientação terapêutica do doente o mais próximo possível da sua área de residência.

Estas consultas são possíveis com recurso a PDS Live que permite ligar dois profissionais de saúde em contacto directo, através de chat áudio e vídeo, permitindo a realização de uma teleconsulta com partilha de imagens e outros documentos.

O Banco de Leite Humano da Maternidade Dr. Alfredo da Costa é o primeiro e, neste momento, único no País estando em funcionamento desde Novembro de 2009.
O leite humano doado destina-se a bebés prematuros da MAC e de outras Unidades Neonatais da área da Grande Lisboa.

Pode contactar o Banco de Leite no CHLC – Maternidade Dr. Alfredo da Costa através do telefone:

96 133 37 30

Atendimento:

segunda-feira a domingo entre as 8h e as 16h ou do email: bancodeleite@chlc.min-saude.pt

Pode contactar o Apoio à Amamentação no CHLC – Maternidade Dr. Alfredo da Costa através do telefone:

96 707 03 38

Atendimento:

  • pela Consulta de Pediatria entre as 8h30h e as 16h
  • pelo Unidade de Puerpério depois das 16h

Este projecto consiste na realização de teleconsultas urgentes em situações de Patologia Neurológica Aguda (Isquémica; hemorrágica; traumatológica e oncológica) com Hospital Distrital de Santarém, através da PDS-Live com partilha de imagens e outros documentos.

Utiliza-se o sistema ARPAT para agilizar o processo de inscrição para consulta e garantir uma resposta atempada.

A Via Verde AVC encontra-se em atuação para as situações de AVC isquémico, os restantes serão iniciados numa segunda fase.

Tem por objectivo reduzir as transferências inadequadas para o Centro Hospitalar de Lisboa Central em situações passíveis de tratamento no Hospital de origem ou cujo benefício da transferência é inexistente.

Esje projecto consiste na realização de Teleconsultas não presenciais periódicas no âmbito dos Gabinetes de Apoio à Saúde Mental Infantil na Administração Regional de Saúde do Algarve.

O projeto existe desde 2001, mas tem agora uma nova estratégia de comunicação, realizando teleconsultas através da PDS-Live para acompanhamento e análise de situações no âmbito da Saúde Mental em crianças da região do Algarve.

Permite uma discussão da situação clínica das crianças, com partilha de informação e determinação do plano terapêutico das crianças. Esta avaliação é complementada por avaliações presenciais a cada dois meses

Este projecto visa a gestão dos transportes internos. Os pedidos são solicitados eletronicamente aos Serviços Hoteleiros – Transportes, sendo acionados de forma imediata os procedimentos necessários, sem recurso ao papel.

Em utilização por todos os serviços de internamento, permite:

  • Melhorar os tempos de resposta.
  • Melhorar a gestão da frota.

Consiste na integração do PACS do CHLC na PDS, com o objectivo de melhorar o acesso aos MCDT’s pelas instituições do SNS.

ARPAT – Aplicação de Registo dos Pedidos de Altas e Transferências

É uma ferramenta informática que automatiza os pedidos de registo de transferências, altas, óbitos, admissões urgentes/programadas, etiquetas e pré-registo da “cirurgia-segura”, à Urgência e que agiliza as transferências para o Internamento, pela visualização online das vagas, por pólo, serviço, quarto e género. Interage com os ACES no intuito de dar seguimento ao tratamento dos utentes.

É uma aplicação inovadora, intuitiva, replicável e de baixo custo, com resultados passíveis de ser controlados e monitorizados.

O Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) obteve a 2ª Menção Honrosa do Prémio Healthcare Excellence com o projecto ARPAT – Aplicação de Registo dos Pedidos de Altas e Transferências.

O prémio foi promovido pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, em parceria com a ABBVIE, e a cerimónia de entrega decorreu dia 27 de Junho de 2016, no Hotel Marriott, na praia D’el Rei, em Óbidos.

ARPAT

Este é um projecto que junta o CHLC e o Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Central (ACeSLC), com o objectivo de melhorar a acessibilidade dos doentes e detectar e tratar, precocemente, situações dermatológicas agudas.

Telerastreio Dermatológico

 

O Projeto “Valorização do Percurso dos Doentes” enquadra-se no âmbito do processo de desenvolvimento e modernização do Serviço Nacional de Saúde, o SNS+ Proximidade, que tem como objetivo principal a promoção da integração de cuidados, uma vez que o mesmo visa uma aproximação e partilha da gestão de percursos dos utentes do Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) e do Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Central (ACeSLC).

Este projeto visa a gestão integrada do percurso do doente sobreutilizador da Urgência Geral Polivalente (UGP), do Hospital de S. José, inscrito no ACeSLC com os principais objetivos:

  • Conhecer o perfil do doente sobreutilizador e em particular o que tem doença crónica;
  • Identificar medidas conducentes à redução da sobreutilização desnecessária da urgência hospitalar (“urgências evitáveis”);
  • Criar condições necessárias ao bem-estar do doente e à melhor gestão da doença crónica;
  • Reforçar o conhecimento do utente de modo a poder efectuar escolhas mais acertadas;
  • Reforçar a interligação dos diversos níveis de cuidados.

Valorização do Percurso dos Doentes