Fisioterapia do CHULC acompanhou 113 doentes

Reabilitação da Covid-19

A pandemia Covid-19 lançou novos e importantes desafios à especialidade de Medicina Física e de Reabilitação do CHULC. Neste âmbito, foram definidas linhas de atuação interdisciplinares, baseadas na evidência, que incluem a intervenção do fisioterapeuta. Desde 7 de abril foram acompanhados 113 doentes.

A Fisioterapia no Hospital Curry Cabral organizou-se no sentido de prestar cuidados aos doentes Covid internados na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), no Serviço de Infecciologia e no Serviço de Medicina, aumentando o número de profissionais a integrar as equipas multidisciplinares e iniciando a sua atividade nesta área a 7 de abril.

Os fisioterapeutas foram associados em pares, assegurando tratamentos sete dias por semana na UCI e seis dias por semana nos restantes serviços. Realizaram formação, de modo a permitir a atualização de conhecimentos e melhorar a prestação de cuidados a esta população. A necessidade imperativa da intervenção interdisciplinar, com o contributo, empenho e resiliência de todos os profissionais, bem como o reconhecimento da autonomia e responsabilidade de cada elemento, foram fatores decisivos para a integração nas diferentes equipas.

Nos primeiros três meses foram acompanhados pelos fisioterapeutas 113 doentes, com idades compreendidas entre 18 e 92 anos (média de 67,5), dos quais 70,8% eram homens. Na UCI foram tratados 42 doentes, com uma média de 7,5 sessões de fisioterapia por doente (mínimo – 1; máximo – 21). Nos serviços de Infecciologia e Medicina, 100 doentes beneficiaram do apoio da Fisioterapia, com uma média de 7,1 sessões (mínimo – 1; máximo – 28) por doente.

As complicações cardiorrespiratórias e da imobilidade foram os principais problemas e a intervenção da Fisioterapia centrou-se na Reabilitação Respiratória e na Reeducação ao Esforço, estimulando a autonomia funcional e minimizando as limitações da atividade e as restrições à participação. Foi também implementado, na Especialidade de Medicina Física e de Reabilitação do CHULC, o acompanhamento pós-alta hospitalar dos doentes Covid.

Partilhar: