Centro de Terapia Laser Guiada por Fetoscopia do CHULC é Centro de referência nacional

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central, E.P.E. (CHULC) foi reconhecido pela Direção – Geral da Saúde (DGS), de acordo com a Norma nº 13/2018, de 26 de julho, como Centro de Terapia Laser Guiada por Fetoscopia no passado dia 22 de julho.
Este foi mais um desafio superado, possível graças ao empenho, responsabilidade e extraordinário trabalho desenvolvido pelos profissionais que abraçam este projeto.

Com mais este reconhecimento, o CHULC continua a desenvolver e a aprofundar os cuidados de excelência que presta a todos os utentes que a ele recorrem.

Álvaro Cohen, coordenador do Centro de Diagnóstico Pré-Natal do CHULC, considera “que a introdução da ecografia obstétrica na pratica diária desta Especialidade veio abrir um mundo novo na área do Diagnóstico pré-natal. O estudo do feto passa não só pelo Diagnóstico de malformações, mas também pelo meio que o envolve permitindo por isso o rastreio e profilaxia, o diagnóstico e tratamento de complicações maternas e fetais e, numa perspetiva mais global, melhorando as taxas de morbilidade materna e perinatal.

O Centro de Diagnóstico Pré-natal do CHULC-MAC tem-se destacado ao longo dos anos no panorama nacional, não só pelo volume de patologia que recebe, mas também porque em determinadas áreas, como a da terapia fetal, é o único que dá resposta a todas as patologias.

Este grau de excelência só se consegue com o investimento pessoal que todos os profissionais que o integram têm feito em termos de aprendizagem e diferenciação, bem como na motivação e envolvimento de recéns especialistas neste projeto, o que exige uma disponibilidade quase permanente.

Em 2013 fizemos a primeira cirurgia fetal realizada em Portugal, mas sentimos que faltava agregar alguns recursos para que a técnica pudesse ser implementada com toda a segurança.

A experiência adquirida permitiu-nos coordenar de uma forma estruturada recursos humanos e tecnologia (alguma dela dispersa noutros hospitais), de forma que em 2017 iniciamos de forma metódica e bem sedimentada a realização desta cirurgia que é complexa e tem um processo de aprendizagem longo.

Foi isso mesmo que veio agora a ser reconhecido pela DGS nomeando-nos único Centro de referência nacional para terapia laser guiada por fetoscopia, o que significa que todas as grávidas candidatas a este procedimento passam a ser referenciadas ao nosso Centro, deixando de ser enviadas ao estrangeiro.

Para além do enorme prestígio que isto representa para o nosso Centro Hospitalar e do enorme impacto que tem sobre os casais, também representa uma poupança apreciável à nossa economia, já que anualmente temos vindo a gastar mais de meio milhão de euros/ano no envio destes casais a diferentes Centros europeus”.

Lisboa, 07 de Agosto de 2019

Partilhar: